Mulher mata blogueira parecida com ela para simular a própria morte

Shahraban K. (à esquerda) matou Khadidja O. para simular a própria morte e ter vida nova

Foto: Reprodução/Gazeta-RS.

Uma mulher enfrenta a possibilidade de ser condenada à prisão perpétua depois de esfaquear uma blogueira que se parecia com ela a fim de simular a própria morte, na Alemanha. Khadidja O. foi atraída para a morte e brutalmente esfaqueada por causa de sua semelhança com a assassina, Shahraban K.

Foto: Reprodução/Extra.

Shahraban e seu namorado Sheqir K., ambos de 24 anos, esfaquearam a vítima de 23 anos mais de 50 vezes – incluindo ferimentos repetidos no seu rosto para ocultar a sua identidade. O casal acreditava que poderia enganar os investigadores fazendo-os acreditar que o corpo da vítima era o de Shahraban.

Shahraban queria escapar da sua família iraquiana, de educação islâmica muito rigorosa, e começar uma nova vida com o namorado, nascido no Kosovo.

Um tribunal em Ingolstadt (Baviera, Alemanha) ouviu como o casal contatou garotas aleatórias que se pareciam com Shahraban nas redes sociais.

“Descobrimos que a suspeita decidiu se esconder devido a discussões internas da família”, disse a promotora estadual Veronika Grieser disse à mídia local na semana passada. “Ela queria fingir sua própria morte e começar uma nova vida”, acrescentou ela.

Em 9 de agosto de 2022, os assassinos enviaram a Khadidja O. uma mensagem da conta falsa “lunee.officiel” perguntando se ela queria participar de um videoclipe do rapper alemão Lune.

“Isso deve ser mantido em segredo até que a música seja lançada”, escreveram na proposta.

Mas Khadidja ficou desconfiada e enviou uma mensagem para a conta oficial da estrela. Lune respondeu: “É falso. Não responda!”

Apenas dois dias depois, os réus usaram outra conta do Instagram para entrar em contato.

“Desta vez, eles ofereceram um tratamento de beleza que seria gratuito se a vítima o anunciasse nas redes sociais”, explicou Veronika, acrescentando que a isca acabou funcionando.

“Eles dirigiram em direção a Ingolstadt, mas pediram à jovem de 23 anos que saísse do carro numa floresta. Ela foi esfaqueada 56 vezes”, emendou a promotora.

“O rosto ficou gravemente ferido com mais de 50 facadas”, declarou o porta-voz da polícia, Andreas Aichele.

Os assassinos colocaram o corpo dela no carro e depois abandonaram o veículo perto da casa de Shahraban para que seus pais descobrissem o corpo e presumissem que se tratava da sua filha.

O julgamento de Shahraban e Sheqir deve começar nas próximas semanas.

Fonte: Extra.



Fontes – Link Original

5/5

Compartilhe nas suas Redes Sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Parceiros TV Florida

TV Florida USA – A sua TV Brasileira nos Estados Unidos

Registre-se

Registre-se para receber atualizações e conteúdo exclusivo para assinantes

Entretenimento

Noticias Recentes

@2023 TV FLORIDA USA