Apple pode estar prestes a fazer a maior mudança no iPhone em 11 anos; Saiba mais

Foto: Mike Segar/Reuters.

A Apple deve lançar o iPhone 15 em alguns dias, e especialistas esperam que ele venha com uma mudança significativa.

Há muitos rumores de que o iPhone 15 abandonará o carregador Lightning da Apple e adotará o carregamento via USB-C, o que seria um marco para a empresa ao adotar o carregamento universal.

A mudança poderia, em última análise, agilizar o processo de carregamento em vários dispositivos – e marcas.

Essa alteração pode ocorrer menos de um ano depois de a União Europeia ter votado para aprovar uma legislação que exige que smartphones, tablets, câmeras digitais, alto-falantes portáteis e outros pequenos dispositivos suportem carregamento USB-C até 2024.

A lei inédita visa reduzir o número de carregadores e cabos com os quais os consumidores devem lidar quando compram um novo dispositivo e permitir que os usuários misturem e combinem dispositivos e carregadores, mesmo que sejam produzidos por fabricantes diferentes.

“Esta é sem dúvida a maior perturbação no design do iPhone em vários anos, mas, na realidade, não é uma medida dramática”, disse Ben Wood, analista da CCS Insight.

Isso ocorre porque a Apple já trocou seus iPads e MacBooks para carregamento USB-C. Mesmo assim, a empresa tem resistido em fazer a mudança no iPhone.

No ano passado, o vice-presidente sênior de marketing mundial da Apple, Greg Joswiak, enfatizou publicamente o valor e a onipresença do carregador Lightning, que foi projetado para carregamento mais rápido de dispositivos, mas observou que “obviamente teremos que cumprir” o a determinação da União Europeia.

“Não temos escolha, como fazemos em todo o mundo, a não ser cumprir as leis locais, mas achamos que a abordagem teria sido melhor ambientalmente e para os nossos clientes se não tivesse um governo [com] essa perspectiva”, disse Joswiak à época.

A decisão da União Europeia faz parte de um esforço maior para combater o lixo eletrônico, em geral, mas poderá gerar mais no curto prazo, à medida que as pessoas eliminam gradualmente os seus cabos Lightning.

Assim, a Apple provavelmente também precisará desenvolver um programa de reciclagem de cabos Lightning.

Embora a empresa de tecnologia tenha expressado preocupações ambientais sobre o que acontece com os carregadores antigos, ela também tem razões financeiras para adiar a mudança.

O que a mudança significa para os usuários do iPhone?

Atualmente, não está claro se a mudança para USB-C ocorrerá para todos os novos modelos do iPhone 15 ou apenas para dispositivos Pro.

A alteração provavelmente não será o único incentivo para as pessoas mudarem de celular, mas poderá influenciar alguns consumidores que têm resistido ao iPhone em relação às suas limitações de carregamento, de acordo com Thomas Husson, vice-presidente da Forrester Research.

Espera-se que os dispositivos iPhone 15 sejam fornecidos com um novo cabo na caixa, mas, considerando que muitos dispositivos móveis já usam USB-C, incluindo os próprios iPads e MacBooks da Apple, o acesso aos fios de carregamento não deve ser muito difícil ou caro.

“Considerando o quão amplamente o USB-C tem sido usado em outros dispositivos, é difícil imaginar que os clientes serão totalmente pegos de surpresa por esta mudança e, a longo prazo, é provável que os beneficie, com um sistema de carregamento universal tendo algumas vantagens muito óbvias”, afirmou Wood.

A Apple também poderia ignorar completamente o carregamento com fio para abrir caminho para o carregamento sem fio, mas não tão cedo porque “o carregamento sem fio é atualmente muito mais lento do que com fio”, de acordo com McQueen. “Teremos que esperar para ver isso”, argumentou.

A história do carregador Lightning

A Apple lançou o carregador Lightning junto com o iPhone 5, em 2012, substituindo seu antigo conector Dock, de 30 pinos, por um que permitia um carregamento mais rápido e tinha um design reversível.

Também deu início a um negócio de acessórios, exigindo que os usuários comprassem um adaptador Lightning de US$ 30 para conectar o dispositivo a “docks” mais antigos, despertadores e sistemas de alto-falantes mais antigos.

“Para a Apple, tudo se resumia a controlar seu próprio ecossistema. A Apple ganha um bom dinheiro vendendo cabos Lightning e seus muitos acessórios relacionados”, ponderou David McQueen, diretor da ABI Research.

Também é necessário um corte financeiro nos acessórios e cabos de terceiros que passam pelo programa Made For iPhone. “Mudar para o USB Tipo C eliminaria esse nível de controle, já que o USB-C é um ecossistema muito mais aberto”, destacou McQueen.

Além disso, a Apple poderia criar seu próprio cabo USB-C de marca para funcionar “melhor com um iPhone”, permitindo maior potência para suportar carregamento mais rápido e, ao mesmo tempo, minimizar riscos e danos às baterias, acrescentou.

Fonte: CNN Brasil.



Fontes – Link Original

5/5

Compartilhe nas suas Redes Sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Parceiros TV Florida

TV Florida USA – A sua TV Brasileira nos Estados Unidos

Registre-se

Registre-se para receber atualizações e conteúdo exclusivo para assinantes

Entretenimento

Noticias Recentes

@2023 TV FLORIDA USA