Waze ou Google Maps? Veja diferenças entre os aplicativos de navegação

Foto: Reprodução.

O Waze e o Google Maps são os dois navegadores mais populares disponíveis nas lojas de aplicativos. Ambos pertencem à mesma companhia (o Google) e compartilham objetivo principal ajudar os usuários a chegar ao seu destino, existem algumas diferenças notáveis entre eles que vale a pena explorar.

O Waze foi desenvolvido como uma plataforma de navegação social, permitindo aos usuários relatar tráfego em tempo real, acidentes e outros incidentes na estrada. Quanto mais usuários colaborarem, mais precisa fica a navegação.

Por outro lado, o Google Maps concentra-se não apenas na navegação, mas também em outros serviços de mapeamento, como visualizações 3D, imagens de satélite e integração com outros produtos Google, como recomendações de restaurantes, bares e mais.

Por suas diferenças, as plataformas dividem os usuários ao entrar em um carro para dirigir. Pensando nisso, o Estadão reuniu os pontos positivos e negativos de cada um dos apps de navegação.

Além das interfaces distintas, as funções de cada aplicativo de navegação também são diferentes.

O Waze, por exemplo, se destaca por sua abordagem fácil e direta. Seu design mais simples é voltado principalmente para levar os motoristas de um ponto A a um ponto B de maneira eficiente, evitando acidentes e rotas congestionadas, sem complexidades.

Por outro lado, o Google Maps oferece uma gama mais ampla de serviços e informações completas para diversos meios de transporte. Além de fornecer direções detalhadas para carros, o Google Maps também oferece rotas para pedestres, ciclistas e usuários de transporte público. Essa versatilidade o torna uma escolha sólida para aqueles que utilizam diferentes modos de transporte em sua rotina diária.

Qual caminho seguir?

A abordagem de navegação do Waze é mais interativa e personalizada, levando em conta que os usuários podem deixar comentários sobre as vias na plataforma. Dentro do aplicativo, os usuários têm a opção de visualizar diferentes rotas para um mesmo destino, juntamente com o tempo estimado de viagem para cada uma delas.

Além disso, o Waze permite que os usuários insiram informações específicas sobre seus veículos, como restrições devido ao rodízio das placas em determinados dias da semana. Isso garante que as sugestões de rota se adaptem às restrições individuais, melhorando ainda mais a experiência de navegação do usuário.

O Google Maps, por sua vez, adota uma abordagem mais abrangente em relação aos meios de transporte. Embora possa não ser o melhor em encontrar as rotas mais eficientes, o Maps apresenta trajetos para diversos tipos de transporte, diferente do app rival, permitindo que o usuário escolha dentre as opções de caminho oferecidas. A plataforma também indica rotas alternativas conforme as atualizações sobre o trânsito em tempo real.

Vai sair mais tarde? Planeje-se

Além de navegar para um destino em tempo real, os usuários podem planejar um percurso com antecedência no Waze. O aplicativo permite definir a hora desejada de chegada ao destino e, com base nas condições de tráfego históricas e em tempo real, ele calcula o horário ideal para sair de casa. O Waze também permite integrar o app com a agenda do usuário, tornando possível planejar rotas para eventos futuros.

O Google Maps não oferece um recurso de planejamento de viagem no sentido tradicional, onde você pode inserir uma data e hora de partida específicas para calcular uma rota. No entanto, o aplicativo compensa essa falta ao fornecer previsões precisas sobre o tempo estimado de chegada com base nas condições de tráfego em tempo real e no meio de transporte escolhido.

Pontos de interesse

O Waze e o Google Maps exibem pontos de interesse, como hotéis, farmácias e postos de gasolina, de formas diferentes aos usuários.

No caso do Waze, apenas os pontos de interesse que estão próximos ao percurso que o usuário está seguindo aparecem no mapa, o que ajuda a manter a interface limpa e focada na navegação. Essa abordagem pode ser vantajosa quando o motorista deseja encontrar rapidamente um posto de gasolina ou farmácia ao longo de sua rota, mas pode ser menos útil para quem deseja explorar opções na região em geral.

Por outro lado, o Google Maps adota uma abordagem mais abrangente, mostrando todos os pontos de interesse diretamente no mapa, independentemente do trajeto atual do usuário. Isso oferece uma visão geral mais completa da região e é especialmente útil quando se procura explorar áreas desconhecidas.

Além disso, ao selecionar um ponto de interesse no Google Maps, o aplicativo fornece informações detalhadas, como número de telefone e horário de funcionamento, assim como aparecem no buscador Google ao pesquisar sobre um local. Pontos de interesse também podem ser encontrados em abas que ficam na parte superior da tela do aplicativo.

Sem internet? Ainda dá para usar o mapa

Tanto o Waze quanto o Google Maps oferecem funcionalidades offline, mas com algumas diferenças.

No caso do Waze, é possível usá-lo sem uma conexão à internet, mas é importante destacar que, nesse modo offline, os comentários e avaliações de outros usuários não estarão disponíveis em tempo real, além da precisão da localização poder ser afetada. Então, apesar de ser possível usar o Waze sem internet, é recomendável estar conectado durante acesso.

Já o Google Maps oferece a opção de baixar mapas para uso offline, o que permite acessar informações de navegação básicas, como direções e pontos de intereresse, mesmo quando você não tem uma conexão ativa com a internet. Embora as informações não mudem drasticamente em modo offline, é importante notar que as condições de tráfego em tempo real e as atualizações não estarão disponíveis sem uma conexão à internet.

Créditos: ESTADÃO.



Fontes – Link Original

5/5

Compartilhe nas suas Redes Sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Parceiros TV Florida

TV Florida USA – A sua TV Brasileira nos Estados Unidos

Registre-se

Registre-se para receber atualizações e conteúdo exclusivo para assinantes

Entretenimento

Noticias Recentes

@2023 TV FLORIDA USA