Rota prende bandido que roubou o Banco Central de Fortaleza

Dinheiro drogas celulares apreendidos

Policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), tropa da Polícia Militar de São Paulo, prenderam o bandido Marcos Rogério Machado de Morais. Conhecido como Bocão, ele foi um dos responsáveis pelo assalto ao Banco Central de Fortaleza, ocorrido em 2005. O criminoso foi encontrado e preso no em Sumaré, no interior paulista, na terça-feira 19.

criminoso estava foragido havia anos. Ele participou do crime considerado como o maior assalto da história do Brasil — o do Banco Central, em Fortaleza. Na ocasião, a quadrilha levou cerca de R$ 165 milhões.

A prisão foi feita por agentes da Rota depois de um trabalho de inteligência da Polícia Militar, que descobriu o paradeiro do criminoso na cidade interiorana. Os agentes localizaram o integrante da quadrilha em um imóvel no Jardim Salerno, em Sumaré. Ele foi condenado a 29 anos de prisão.

A casa onde Bocão foi encontrado é considerada um centro de distribuição de drogas | Foto: Divulgação/SSP-SP

Na casa de Bocão, policiais encontraram 1 kg de cocaína, 1,5 kg de maconha, balanças de precisão, dinheiro e diversos aparelhos de telefone celular. As drogas e os demais itens foram apreendidos.

Além de Bocão, a Rota prendeu dois homens e uma mulher que estavam na casa junto com o foragido. Eles foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

Os criminosos foram encaminhados para o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil de São Paulo, e vão ficar à disposição da Justiça.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a casa funcionava como um centro de distribuição de drogas em Sumaré.

Rota prende “engenheiro do túnel”

Marcos Rogério Machado de Moraes, conhecido como Bocão, é apontado como o “engenheiro do túnel” que levou a quadrilha a ter acesso aos cofres do Banco Central de Fortaleza.

Bocão é primo de Antônio Jussivan Alves dos Santos, mais conhecido como “Alemão”, tido como o chefe da quadrilha que assaltou o Banco Central de Fortaleza, em 2005.

Marcos Rogério foi preso em 2007, em São Paulo. Depois, foi transferido para cumprir pena na Região Metropolitana de Fortaleza. Ele fugiu da prisão no Ceará em fevereiro de 2011, depois de um resgate de presos.

Relembre o assalto ao Banco Central de Fortaleza

O assalto foi descoberto no dia 8 de agosto de 2005 por funcionários da sede do Banco Central na capital do Ceará. Na ocasião, os servidores encontraram um buraco de 1,1 metro de largura no chão da caixa-forte do edifício.

A polícia descobriu que o buraco na sala dava acesso a um túnel de cerca de 80 metros de extensão. A estrutura tinha início em uma casa próxima ao prédio do banco.

Os bandidos levaram R$ 164 milhões. No total, foram furtadas mais de 3 toneladas de notas de R$ 50.

Nos anos seguintes, foram indiciadas e condenadas mais de cem pessoas. Cerca de R$ 40 milhões foram recuperados.



Fontes – Link Original

5/5

Compartilhe nas suas Redes Sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Parceiros TV Florida

TV Florida USA – A sua TV Brasileira nos Estados Unidos

Registre-se

Registre-se para receber atualizações e conteúdo exclusivo para assinantes

Entretenimento

Noticias Recentes

@2023 TV FLORIDA USA