Por que não existe McDonald’s na Bolívia?

(Fonte: McDonald’s/Reprodução)

Foto: Divulgação.

Em 1948, dois irmãos do interior da Califórnia, Maurice e Richard McDonald, tiveram a ideia de criar uma rede de fast food diferente de tudo o que existia. Assim, o McDonald’s, então chamado McDonald’s Brothers, começou com apenas um restaurante de beira de estrada na cidade de San Bernardino, mas com um sistema de produção e atendimento revolucionários.

O empreendimento dos irmãos permaneceu no anonimato, influente apenas entre a comunidade, que fazia filas imensas para sentar em família e degustar o saboroso hambúrguer, até que o empresário Ray Kroc o encontrou. O homem não só foi o responsável por fazer do pequeno restaurante se tornar a maior cadeia de fast food do mundo, como também por roubar a ideia dos irmãos – mas essa é uma história para outro dia.

 

(Fonte: McDonald’s/Reprodução)

 

Atualmente, a rede possui cerca de 38 mil restaurantes espalhados em 118 países pelo mundo, e vale US$ 196 bilhões. De acordo com um levantamento da Macrotrends, em setembro de 2022 o lucro bruto da empresa foi de US$ 13 bilhões, um aumento de 29% em relação a 2020.

Em 2003, a empresa lançou o slogan que sintetiza muito o seu sucesso estrelar: “Amo muito tudo isso”, e faz sentido, afinal, mais de 69 milhões de pessoas são atendidas diariamente em restaurantes da franquia. Essa, no entanto, não é a realidade de um dos países da América do Sul. Descubra o motivo pelo qual não existe McDonald’s na Bolívia.

O panorama econômico

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

 

Um estudo do Fundo Monetário Internacional indicou que, em 1997, pesquisas domiciliares sobre renda familiar na Bolívia, principalmente em áreas urbanas, mostraram que cerca de 51% da população urbana era pobre e 21% vivia em condições de extrema pobreza. Em escala nacional, a pesquisa estimou que 63% da população era pobre, sendo que 38% vivia em condições de pobreza extrema.

A década de 1990 permitiu crescimento econômico e a implementação de políticas sociais que causaram uma redução moderada nos indicadores de pobreza. Entre 1989 e 1997, ficou claro que a porcentagem de domicílios urbanos pobres foi reduzida em aproximadamente seis pontos percentuais.



Fontes – Link Original

5/5

Compartilhe nas suas Redes Sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Parceiros TV Florida

TV Florida USA – A sua TV Brasileira nos Estados Unidos

Registre-se

Registre-se para receber atualizações e conteúdo exclusivo para assinantes

Entretenimento

Noticias Recentes

@2023 TV FLORIDA USA