Javier Milei diz que papa ‘tem afinidades com ditadores comunistas sedentos de sangue’

O candidato libertário à Presidência da Argentina, Javier Milei, declarou na última quinta-feira, 15, que o papa Francisco é tem uma “grande afinidade com os ditadores comunistas, assassinos”.

Milei atacou o papa Francisco durante uma entrevista concedida ao jornalista americano Tucker Carlson. 

Segundo o político argentino, o papa “demonstrou grande afinidade com ditadores, como (Fidel) Castro ou como (Nicolás) Maduro. Ele está do lado das ditaduras sedentas de sangue”.

Para Milei, o líder da Igreja Católica “não condena” os ditadores de esquerda. “Ele é bastante condescendente com eles”, declarou, “com todos os da esquerda, mesmo que sejam verdadeiros criminosos”. 

Milei critica papa Francisco: justiça social é endossar roubo

Para Milei, o papa Francisco também “considera a justiça social como um elemento central”, escolha que o político argentino define como “complicada”. 

“O que é a justiça social? É roubar de uma pessoa o fruto de seu trabalho e dar isso a outra. Consequentemente, é roubo. E o roubo é contra os dez mandamentos”, disse o candidato, que afirma a sua cultura católica. “Endossar a justiça social significa endossar o roubo.”

“Assim como é contrário ao Antigo Testamento tratar as pessoas de forma diferentes perante a lei. Não me parece certo que o Estado, que goza do monopólio do uso da força, possa recompensar algumas pessoas e punir outras”, explicou. 

Milei, líder do partido “A liberdade avança“, é o favorito nas pesquisas de intenção de voto para a eleição do dia 22 de outubro.

libertário não decepcionou seus apoiantes, atacando a “casta” política argentina, prometendo corrigir a inflação galopante, classificando o aborto como imoral e questionando a ciência por trás das alterações climáticas. 

Milei também prometeu “não fazer negócios com a China” nem “qualquer comunista” – uma definição que ele disse incluía o russo Vladimir Putin e o presidente do BrasilLuiz Inácio Lula da Silva

Milei se declara contrário ao aborto

O economista libertário também deu a sua opinião sobre o aborto. “Acreditamos que o liberalismo se baseia no respeito irrestrito pela vida do outro, baseado no princípio da não agressão e na defesa do direito de viver e ser livre. 

“Um dos pilares [do liberalismo] é a defesa do direito de viver, e também há uma explicação científica: a vida começa na concepção, forma-se um novo ser com um DNA distinto. É verdade que a mulher tem direito sobre o seu próprio corpo, mas essa criança não é o seu corpo. Portanto, o aborto é um homicídio agravado pelos laços familiares e pela diferença de força relativa, explicou Milei.

Revista Oeste 



Fontes – Link Original

5/5

Compartilhe nas suas Redes Sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Parceiros TV Florida

TV Florida USA – A sua TV Brasileira nos Estados Unidos

Registre-se

Registre-se para receber atualizações e conteúdo exclusivo para assinantes

Entretenimento

Noticias Recentes

@2023 TV FLORIDA USA