Por que é difícil abrir a porta de um carro submerso? Entenda

O caso da jovem Isabella Natália de Oliveira Silva, de 22 anos, que morreu afogada na última sexta-feira (8) após o carro em que estava cair em uma piscina, mostra que situações de veículos na água podem ser fatais.

Isabella estava no banco de trás e teria tentado se salvar abrindo a porta do carro. Suas amigas, que estavam nos bancos do motorista e do passageiro, conseguiram sair pelas janelas da frente, que estavam abertas.

Em entrevista ao R7, Norival Gonçalves, membro da Câmara Especializada de Engenharia Mecânica e Metalúrgica do Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo) e ex-coronel do Corpo de Bombeiros, explica o que acontece quando um carro cai na água. E porque é tão difícil sair de dentro do veículo.

“Um carro completamente fechado tem uma densidade menor do que a água. Então se ele cair na água, ele vai flutuar”, afirmou. “Mas se começa a entrar água, por uma janela aberta ou algum buraco, ele vai ficar mais pesado e vai afundar”.

O engenheiro mecânico conta então que a pressão exercida pela água dificulta a fuga de um passageiro ou motorista. “Se o carro estiver muito profundo, vai ser muito difícil de abrir a porta, pois a pressão da água é maior que a do ar”, afirma o especialista.

“Dez metros de água, em um espaço de 1 cm², é igual a 1 kg [de água]. Imagina o peso da porta do carro”, afirma.

 

Como ajudar no resgate

 

Em entrevista ao R7, André Elias, capitão do Cobom (Comando do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo), afirma que existem orientações a serem seguidas nestes casos. “Saia imediatamente do veículo. [Quem está de fora] ajude as pessoas que estão dentro do carro a sair, caso isso seja possível”, diz.

O capitão finalizou dizendo que o serviço de emergência, como o Corpo de Bombeiros, deve ser acionado o mais rápido possível.

Norival Gonçalves complementou as orientações e afirmou que, dependendo da situação, o resgate deve ser diferente. “Se o carro está flutuando, é preciso dar um jeito de prender o veículo com alguma corda para ele não ser levado pela enxurrada”.

“Depois disso, a pessoa deve ser retirada pela janela. Se você abrir a porta, a velocidade da água vai segurar a pessoa lá dentro”, complementa o especialista.

 

Caso de Isabella

 

A jovem e duas amigas, que saíram com vida do acidente, alugaram uma casa em Guarujá, no litoral de São Paulo, na Praia do Pernambuco, para passar o feriado.

Ao tentar estacionar o carro na garagem, a motorista perdeu o controle e o veículo caiu na piscina. As duas ocupantes do banco da frente conseguiram sair do carro pelas janelas, mas Isabella, que estava no banco de trás, não teve a mesma sorte.

A jovem ficou cerca de dez minutos debaixo da água até que o segurança do bairro, Rodrigo Paulino, quebrou uma janela do veículo e retirou a vítima. Ele tentou reanimá-la, mas sem sucesso.

 

Em entrevista à Record TV, Paulino disse acreditar que a vítima não conseguiu abrir a porta porque a parte da frente do carro submergiu, causando uma grande pressão de água.



Fontes – Link Original

5/5

Compartilhe nas suas Redes Sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Parceiros TV Florida

TV Florida USA – A sua TV Brasileira nos Estados Unidos

Registre-se

Registre-se para receber atualizações e conteúdo exclusivo para assinantes

Entretenimento

Noticias Recentes

@2023 TV FLORIDA USA