Senadores criticam Lewandowski por fala sobre crise da democracia em evento do MST

Senadores criticam Lewandowski por fala sobre crise da democracia em evento do MST

Ministro do STF deu palestra em seminário e defendeu importância da participação popular no processo democrático

Senadores fizeram críticas ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, após o magistrado participar de um evento do Movimento Sem Terra (MST). Ele discursou em um seminário na Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), localizada em Guararema, São Paulo, onde falou sobre a atual crise da democracia. 

Segundo o portal do MST, Lewandowski fez uma fala analisando o que considera serem falhas do atual processo democrático. 

“Essa democracia na qual nenhum de nós se sente representado é atravessada por crises que possuem raízes profundas no sistema político. Hoje, a democracia é composta por alguns, que representam outros”, disse o ministro, segundo divulgou o portal do MST.

Líder da oposição no Senado, Rogério Marinho (PL-RN), fez uma publicação interpelando o magistrado por seu discurso. “Não acredito que o eminente ministro Ricardo Lewandowski tenha questionado a democracia representativa brasileira (…) Só pode ser fake!”, postou Marinho. 

Já Eduardo Girão (Novo-CE), afirmou que o ministro teria recusado um convite para falar sobre democracia no Senado. Além disso, ironizou e classificou como “desrespeito” sua ida ao evento do MST. 

“DESRESPEITO; min do STF vai a evento até do MST mas se recusa ir ao Senado dialogar s/democracia e liberdade msm c/convite aprovado p unanimidade na Comissão de Transparência da Casa Revisora da República! Quem sabe eles compareçam se marcarmos a próx. na EUROPA ou EUA…Paz & Bem”, publicou. 

Além de Lewandowski, participaram do evento do MST organizações como a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), o Sindicato dos Advogados de São Paulo, o Conselho Nacional de Justiça e o Transforma MP. Ao lado do ministro na mesa estavam a jurista Carol Proner, o coordenador nacional do MST, João Pedro Stedile, o jurista Lenio Streck.

O ministro do STF falou ainda da importância de criar lutas e valores que unam as pessoas em torno de um projeto de democracia. Ele defendeu a participação popular para a construção de um país mais próspero. 

“O que nos une é uma visão de mundo comum. Uma visão na qual o povo é dono do seu destino, com o objetivo de construir uma sociedade mais justa, igualitária e mais fraterna. (…) Cada qual aqui tem sua trincheira e estão lutando em prol da concretização do que acreditamos ser a democracia”. 

Ao final da visita, o ministro plantou um ipê amarelo como símbolo de compromisso com a luta dos direitos dos trabalhadores, segundo o portal do MST.

O Globo

Leia também:

Fonte Terra

5/5

Compartilhe nas suas Redes Sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Parceiros TV Florida

TV Florida USA – A sua TV Brasileira nos Estados Unidos

Registre-se

Registre-se para receber atualizações e conteúdo exclusivo para assinantes

Entretenimento

Noticias Recentes

@2023 TV FLORIDA USA